Esquemas encarnados

 

No programa “Universo Porto da bancada” desta terça-feira, no Porto Canal,
Francisco J. Marques comentou a entrevista de João Correia e deixou, ainda,
acusações ao secretário de Estado.

“Até aqui tínhamos a assistido a uma cortina de fumo, em que ninguém se pronunciava sobre isso. Agora o doutor João Correia disse que não é corrupção, mas admite que uma ou outra coisa pode ser vista como tráfico de influência. Não sei até que pontos estudou todas as revelações e se está ciente de tudo o que é público. Se calhar não está. Mas, há aquele badalado caso do email do Luís Filipe Vieira a ordenar a descida de nota de Rui Costa e depois ele teve a maior descida de nota de sempre. Parece-me muito próximo de tráfico de influência. Pelo menos em tentativa. A consumação dá a descida, mas a tentativa também dá perda de pontos”, começou por analisar.
Francisco J. Marques salientou, ainda, que espera que o Benfica seja castigado.
“Concordo com o que diz João Correia quando diz que o Benfica merece ser castigado. Nós não estamos a falar de uma ou outra mensagem, estamos a falar de uma quantidade de mensagens e informação que envergonha o Benfica, ultrapassa o mínimo. Não estamos a falar de uma ação tida pelo Pedro Guerra ou Paulo Gonçalves de forma isolada. Estamos a falar de algo que vem pelo menos de 2008 a 2017. São nove anos a vivermos na idade das trevas em que há o senhor, que é o Benfica, e todos os vassalos ao serviço do Benfica. Isto tem de acabar. Tem de haver punição para o Benfica. Será a descredibilização do futebol português”.
O diretor de comunicação dos dragões analisou, ainda, as declarações do Secretário de Estado João Paulo Rebelo à Rádio Renascença, acusando-o de ser “cúmplice” das ações do Benfica.
“As declarações de João Paulo Rebelo são lamentáveis. Estão a acontecer coisas muito graves no futebol português. Estamos a viver o maior escândalo em Portugal. O que disse o Secretário de Estado até hoje? Zero. Quando foi a morte do adepto na Luz, ele disse não ter nada a ver com futebol. Quem teve responsabilidade na morte do adepto foram os No Name Boys e não faz nada para mudar a situação. A ação dele infesta o futebol português, ele é cúmplice. Fez muito bem em averiguar o que se passou aqui no Dragão Caixa, relativamente ao cântico. Mas e os cânticos protagonizados pelos adeptos do Benfica? São bem mais graves e não fizeram nada. Para que serve um secretário de Estado assim? Para nada”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s