Tem a palavra o Presidente

 

Pinto da Costa: “Sérgio Conceição não apareceu de paraquedas”
Em declarações aos jornalistas, no rescaldo do jogo com o Besiktas (1-1), a contar para a quinta jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, Jorge Nuno Pinto da Costa deixou fortes elogios ao trabalho de Sérgio Conceição, mas também abordou outros temas sobre os quais foi questionado, como a relação com os ex-portistas Quaresma e Pepe e eventuais reforços para o plantel.
O trabalho do treinador

“Não o contratei para não tentar ganhar ou melhorar, para isso ia buscar o Lopetegui. Para ter um futebol fantástico e positivo, entendi que o Sérgio era o treinador ideal. O Sérgio Conceição não apareceu aqui de paraquedas, o meu objetivo foi sempre a sua contratação. Ouvi que o FC Porto não tinha treinador, que não era capaz de arranjar um… Ele está a demonstrar o seu grande amor ao FC Porto, porque abdicou de muita coisa para vir. Prova que a nossa escolha estava correta.”
O ambiente entre os adeptos

“Ninguém tem dúvidas de que a equipa joga para ganhar, com grande intensidade, e tudo isso se transmite ao público, que está diferente. Não que o público goste mais do FC Porto, mas andava triste e agora está contente com a sua equipa.”
O clássico e o Benfica

“Estamos a falar de coisas sérias, da Champions. Podemos ser apurados e vem falar da estação de um clube que tem zero pontos na Liga dos Campeões. Neste momento não vamos misturar as coisas. Não estamos a pensar no Benfica, está tudo a pensar no próximo jogo, no Aves.”
Reforços e regresso de emprestados

“Se o treinador pediu reforços, só se foi a vocês. Se pedir vamos ver, espero que vocês ajudem. Na altura devida tudo será decidido, não estamos na fase de estudar isso.”
Relação com Pepe e Quaresma

“Tive o prazer de receber a camisola das mãos deles, para recordar o tempo do FC Porto. Sou amigo da grande maioria dos jogadores que passaram pelo clube. Penso que um dia o Quaresma estará de regresso ao FC Porto, seja em que função for, não tenho dúvidas. Sei que ele vai viver no Porto depois de deixar o futebol. O Lucho, já sem estar a jogar no FC Porto, comprou uma casa para ir para lá viver, depois de acabar a carreira de jogador. Isto quer dizer que o clube lhes diz alguma coisa.”
Eventual greve dos árbitros

“Não me diz respeito. Só me preocupa aquilo que me diz respeito. Não sou eu que tenho de tratar disso, é uma questão que, para mim, não existe.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s