Novo fracasso da estratégia


Mister! Novo fracasso da táctica, da estratégia concebida para este jogo…!
Admitindo que o Mr. Sérgio Conceição estudou bem a equipa do Leipzig, errou no entanto na estratégia que engendrou para opor ao Leipzig.
Foi notória a diferença de ritmo do futebol praticado pelas duas equipas. A velocidade (agressividade sobre a bola) dos alemães desbaratou/desorientou completamente o meio campo e a defesa portista. Sectores que ao falharem 4 ou 5 desarmes e errarem 3 ou 4 passes proporcionaram a oportunidade para os contrários aproveitarem e marcarem 3 golos que poderiam ter sido 4 ou 5.

Terça-feira, 17 Outubro 2017 • 19:45 Estádio: RB Arena, Leipzig- Assistência: 41.496
LEIPZIG                               3.ª Jornada                                  FC PORTO
                                                                               

Árbitro: Paolo Tagliavento (Itália)
Assistentes: Riccardo Di Fiore e Lorenzo Manganelli;
Adicionais: Paolo Valeri e Antonio Damato
4.º Árbitro: Fabiano Prieti

Leipzig: 32 Gulácsi
16 Klostermann, 4 Orban (c) (47′), 5 Upamecano, 23 Halstenberg
7 Sabitzer, 8 Keita, 44 Kampl, 17 Bruma 
29 Augustin , 10 Forsberg 
Suplentes: 28 Yvon Mvogo, 3 Bernardo , (90+1′ Forsberg), 6 Konaté
9 Poulsen , (76′ Augustin), 11 Werner , (75′ Bruma), 27 Lalmer
31 Demme
Treinador: Ralph Hasenhüttl
FC Porto: 12 José Sá

19 Layún, 28 Felipe, 5 Marcano , 13 Alex Telles
22 Danilo, 27 Sérgio Oliveira (54′), 16 Herrera (c) 
11 Marega, 9 Aboubakar , 8 Brahimi (46′)
Suplentes: 1 Casillas
7 Hernâni , (81′ Herrera), 10 Óliver , (58′ Sérgio Oliveira)
17 Corona , (76′ Brahimi), 21 Ricardo, 23 Reyes, 25 Otávio
Treinador: Sérgio Conceição
Os Golos
Leipzig: 
Orban (c) 8′ –  Forsberg 37′ – Augustin 40′
FC Porto: Aboubakar 18′ –  Marcano 44′
Dragões:
José Sá demonstrou falta de serenidade, devido à sua inexperiência neste tipo de jogos (Champions League).
Felipe e Marcano denotaram muitas dificuldades, não tiveram pernas para suster a maior velocidade dos avançados do Leipzig.
Forsberg enquanto jogou foi um quebra cabeças, com a sua velocidade e técnica fez o que quis dos seus adversários. O menos mau da defesa acabou por ser o Alex Telles.
No meio campo só o Danilo se salvou relativamente bem . Sérgio Oliveira tem físico mas falta-lhe velocidade de pernas e Herrera esteve esforçado mas pouco esclarecido.
No ataque só se salvou Aboubakar. Marega esforçou-se mas as coisas não lhe saíram bem. Brahimi, teve alguns apontamentos, mas muito marcado, esteve muito abaixo do seu melhor rendimento.
Resultado em forma de conclusão: derrota sem apelo nem agravo dos dragões

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s