Enredos encarnados

 

Sobre as declarações de Luís Filipe Vieira, na última assembleia-geral do Benfica, Francisco J. Marques mostrou-se intrigado: “No meio daquele vernáculo, confirmou a veracidade dos emails. Depois, aconteceu algo estranho. Temos vindo a fazer várias denúncias, mas nunca falámos em compra de resultados. Porque é que o presidente do Benfica se defendeu de uma acusação que ninguém fez? Porquê que teve essa necessidade? É estranho e vamos aprofundar isso”.
Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, associa as críticas do Benfica às arbitragens a uma `manobra de bastidores` que estará a ser forjada pelo clube da Luz.
«É uma mudança clara de atitude. Agora o Benfica queixa-se do videoárbitro, daqui a pouco será dos árbitros. É sinal de que alguma coisa está a ser feita. Está a passar-se qualquer coisa para o Benfica se estar a queixar. Talvez seja a ausência de resultados», alvitrou no programa Universo Porto da Bancada, do Porto Canal.
Francisco J. Marques pronunciou-se, ainda, sobre a intenção manifestada pelos encarnados para que a Federação Portuguesa de Futebol divulgue o áudio do videoárbitro do jogo com o Marítimo.
«O Benfica podia era divulgar os emails».
Mas mais!
«O presidente do Benfica teve a oportunidade de esclarecer os adeptos e os sócios sobre a investigação desportiva que está a correr. Sobre isso ele não disse nada, nem ninguém do Benfica: dirigentes, cartilheiros, etc. O Paulo Gonçalves desapareceu. O silêncio é uma confirmação», argumentou Francisco J. Marques.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s