Dualidade disciplinar nos últimos 15′

 

Carlos Xistra que até tinha começado bem a dirigir o jogo, nos últimos minutos desarticulou-se e desatou a tentar ter protagonismo no resultado do jogo a favor do clube de Alvalade.
Aliás aconteceu o que eu tinha previsto. Carlos Xistra que até tinha apitado criteriosamente durante os primeiros 75′ do jogo, nos últimos 15′ resolveu inverter o seu procedimento que até aí estava a ser aceitável, pois o seu critério disciplinar estava a ser uniforme para as duas equipas. Mas o que é certo é que, a determinada altura porem, talvez porque o seu subconsciente fosse mais forte,  e ele sentisse o imperativo psicológico  de que o seu Sporting estava a precisar dum empurrão para ganhar o jogo; nos últimos 15′ com a colaboração dos seus ficais de linha começou a inventar faltas contra os portistas próximo da grande área dos dragões. Inclusivamente, mais flagrante, digamos até que vergonhosamente, perdoou o segundo cartão amarelo a William, por falta grosseira deste sobre um seu adversário; por muito menos Carlos Xistra, durante todo o jogo, amarelou 3 futebolistas azuis e brancos…!
Domingo, 1 Outubro 2017 • 19:15 – Estádio: José Alvalade, Lisboa –Assitência: 47.017
SPORTING                              8.ª JORNADA                                
FC PORTO
                                                                                  
Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco)
Assistentes: Nelson Moniz e Jorge Cruz
4.º Árbitro: António Nobre (VAR: Hugo Miguel)
Sporting: 
1 Rui Patrício
92 Piccini, 4 Coates, 22 Mathieu, 3 Jonathan Silva (79′)
77 Gelson Martins, 16 Battaglia, 14 William (c) (37′)
9 Acuña 8 Bruno Fernandes 28 Bas Dost
Suplentes: 18 Salin, 6 André Pinto, 10 Alan Ruiz
11 Bruno César (62′ Bruno Fernandes), 13 Ristovski
17 Podence (90′ Acuña), 66 Palhinha
Treinador: Jorge Jesus
FC Porto: 
1 Casillas
19 Layún (68′), 28 Felipe, 5 Marcano, 13 Alex Telles
22 Danilo (72′), 27 Sérgio Oliveira, 16 Herrera (c) 
11 Marega (67′), 9 Aboubakar 8 Brahimi 
Suplentes: 12 José Sá, 2 Maxi, 10 Óliver, 17 Corona ,
(88′ Brahimi), 23 Reyes, 25 Otávio (73′ Herrera)
29 Soares (86′ Aboubakar)
Treinador: Mr Sérgio Conceição
Comentário final
As melhores oportunidades de golo foram do FC Porto…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s